O seu Blog de Espiritismo.

Reconhecimento? Não conte com isso!

24-04-2011 16:46

 

Foi Jesus, com todo o seu conhecimento sobre o ser humano, quem nos afirmou categoricamente: “ninguém é profeta em sua terra”. Deixando, bem claro, que não deveríamos esperar reconhecimento por qualquer tipo de realização que por ventura fossemos capazes de empreender em nossa comunidade, seja ela, familiar, social, religiosa etc., pois, nem mesmo ele, como enviado do Pai, conseguiu a compreensão e o reconhecimento de sua sublime missão sequer em sua própria família consangüínea.

É, dessa forma, muito comum entre nós, espíritas, essa constatação; pois, por mais que alguém procure mostrar que de alguma forma está bem melhor do que anteriormente em relação ás suas atitudes para com seu semelhante, ou em relação ao seu nível de conhecimento dos postulados espíritas, ou em outro ponto de vista qualquer, ainda assim, não deve contar com o reconhecimento dos que os conhecem das suas vivências anteriores, pois, que o terão sempre por incapaz de qualquer realização de caráter superior.

Por mais que seja notório seu aprimoramento e crescimento no aspecto intelectual, moral, e particularmente no campo religioso, muito dificilmente logrará convencer aqueles de sua convivência mais íntima, no seio da família ou da sua comunidade, dos progressos que haja alcançado.

Não foi por outra razão, que Jesus nosso Modelo e Guia nos alertou para que não nos deixássemos levar por essa situação, e continuássemos a nos ocupar apenas com nosso progresso moral, sem preocupação com o reconhecimento alheio sobre nossa melhoria e crescimento, principalmente entre os nossos afeiçoados, conforme consta do seu evangelho e que transcrevemos a seguir:

“Tendo vindo à sua terra natal, instruía-os nas sinagogas, de sorte que, tomados de espanto, diziam: Donde lhe vieram essa sabedoria e esses milagres? – Não é o filho daquele carpinteiro? Não se chama Maria, sua mãe, e seus irmãos Tiago, José, Simão e Judas? Suas irmãs não se acham todas entre nós? Donde então lhe vêm todas essas coisas? - E assim faziam dele objeto de escândalo. Mas, Jesus lhes disse: Um profeta só não é honrado em sua terra e na sua casa. - E não fez lá muitos milagres devido à incredulidade deles. (S. Mateus, cap. XIII, vv. 54-58)”. ¹

“(…) O princípio de tal verdade reside numa conseqüência natural da fraqueza humana e pode explicar-se deste modo:

O hábito de se verem desde a infância, em todas as circunstâncias ordinárias da vida, estabelece entre os homens uma espécie de igualdade material que, muitas vezes, faz que a maioria deles se negue a reconhecer superioridade moral num de quem foram companheiros ou comensais, que saiu do mesmo meio que eles e cujas primeiras fraquezas todos testemunharam. Sofre-lhes o orgulho com o terem de reconhecer o ascendente do outro. Quem quer que se eleve acima do nível comum está sempre em luta com o ciúme e a inveja. Os que se sentem incapazes de chegar à altura em que aquele se encontra esforçam-se para rebaixá-lo, por meio da difamação, da maledicência e da calúnia; tanto mais forte gritam, quanto menores se acham, crendo que se engrandecem e o eclipsam pelo arruído que promovem. Tal foi e será a História da Humanidade, enquanto os homens não houverem compreendido a sua natureza espiritual e alargado seu horizonte moral. Por aí se vê que semelhante preconceito é próprio dos espíritos acanhados e vulgares, que tomam suas personalidades por ponto de aferição de tudo (…)”. O Evangelho segundo o Espiritismo, cap. XIV.) ²

Inúmeras, são, as situações em que comprovamos essa verdade anunciada por Jesus em nosso dia-a-dia, e verificamos que muito distantes ainda estamos do momento em que o reconhecimento da melhoria do nosso semelhante deixe de ser ignorada por nós, e dessa forma, não mais procurarmos enxergar somente a sua parte negativa, mas também, reconhecer a importância do seu esforço no trabalho de melhorar.

Ainda não conseguimos valorizamos os gestos nobres do nosso companheiro de caminhada, que através de denodado esforço busca seu crescimento, em luta constante contra suas más inclinações; mas, não deixamos de criticá-lo quando comete um deslize qualquer, como se tivéssemos moral para condená-lo por proferir essa ou aquela palavra ou por cometer esse ou aquele ato impensado que qualquer criatura poderá cometer.

No entanto, ainda somos incapazes de elogiar os trabalhos bem executados em nossa casa espírita, principalmente se não fazemos parte dele, mas, não deixamos de proferir nossas observações contrárias quando não estamos de acordo com os mesmos; não temos uma palavra de incentivo para aquele que se dedica a esta ou àquela função de caridade em benefício nosso e do nosso próximo, mas, não deixamos de cobrá-lo se esquecer de executar qualquer de suas atribuições, não somos capaz de reconhecer os progressos realizados por esse ou aquele companheiro no entendimento e divulgação da mensagem espírita, mas, não perdoamos quando comete qualquer deslize doutrinário.

Assim sendo, está mais que na hora de revertermos essa situação, que, antes de tudo, demonstra o quanto ainda somos mesquinhos, invejosos, ciumentos, pequenos em termos de moralidade, conforme nos esclarece o evangelho no texto acima citado, e, procurarmos incentivar e seguir o exemplo de todos esses irmãos que mesmo a custa de grande sacrifício e esforço individual, estão conseguindo logrando superar suas deficiências; e, em vez de fingirmos que não estamos notando seu progresso, procurar dentro de nossas possibilidades, seguir seus exemplos, e ainda, incentivar, e reconhecer a transformação que estão procedendo e alcançando.

Ouçamos, pois, o conselho do benfeitor Emmanuel que nos diz: “Esforcemo-nos por fazer o melhor ao nosso alcance, desde agora, e a perfeição ser-nos-á, um dia, preciosa fonte de bên­çãos, descortinando-nos luminoso porvir”. ³

Que o Mestre de Nazaré nos guarde em sua paz.

Bibliografia:

1) A Gênese, cap. XIII, vv. 54-58)”;
2) Kardec, Alan. O Evangelho segundo o Espiritismo – FEB 112ª edição – Cap. XVII;
3) Xavier, Francisco Cândido - livro: Nascer e Renascer, Cap. 16- ditado pelo Espírito Emmanuel.

Francisco Rebouças.

Procurar no site

Contatos

Francisco Rebouças

O Verdadeiro Passe Espírita

Palestra Cristiane Parmiter na U.M.E.N.

www.youtube.com/watch?v=3bE3wVzwoxc

Matéria sobre a simples imposição das mãos não convence!

    Simples Imposição das Mãos, porquê?   Caros amigos, volta e meia somos surpreendidos com matérias contendo argumentos de...

O verdadeiro Passe Espírita - R.E.

  Na Cura pelo passe, o Médium passista tem um papel fundamental, não pode ser apenas um mero robô de mãos estendidas como se nada dependesse...

Artigos

26-04-2017 19:03

“Somos servidores do Cristo”

“E, achando-o, lhe disseram: Todos te buscam”. (MARCOS, 1: 37.)   Deus nos impôs o processo reencarnatório, como sublime oportunidade para que...
06-07-2016 22:23

A Celeste indulgência

Porque também nós éramos, outrora, insensatos, desobedientes, extraviados, servindo a várias paixões e deleites, vivendo em malícia e inveja,...
06-07-2016 12:30

A CARIDADE DA TRANSFORMAÇÃO

  Importante não esquecer o valor da beneficência que ampara o enfermo, alimenta o faminto e esclarece o equivocado; da mesma forma, é também...

 

OMS: Suicídio já mata mais jovens que o HIV em todo o mundo

OMS: Suicídio já mata mais jovens que o HIV em todo o mundo

"As pessoas simplesmente pensam que é um crime ter pensamentos suicidas. Não deveria ser...

Francisco Rebouças no Programa " ESPIRITISMO FOCO"

Francisco Rebouças no Programa " ESPIRITISMO FOCO"

http://www.espiritismoemfoco.com.br/2011/08/programa-dia-29082011-tema-o-bem-e-o.html 

Nossa entrevista para a revista O Consolador!

 http://www.oconsolador.com.br/ano2/70/entrevista.html

Artigos

26-04-2017 19:03

“Somos servidores do Cristo”

“E, achando-o, lhe disseram: Todos te buscam”. (MARCOS, 1: 37.)   Deus nos impôs o processo reencarnatório, como sublime oportunidade para que trabalhemos pelo nosso progresso e aperfeiçoamento intelectual, moral e espiritual, desenvolvendo as duas asas que nos proporcionarão perfeito...
06-07-2016 22:23

A Celeste indulgência

Porque também nós éramos, outrora, insensatos, desobedientes, extraviados, servindo a várias paixões e deleites, vivendo em malícia e inveja, odiosos, odiando-nos uns aos...
06-07-2016 12:30

A CARIDADE DA TRANSFORMAÇÃO

  Importante não esquecer o valor da beneficência que ampara o enfermo, alimenta o faminto e esclarece o equivocado; da mesma forma, é também imprescindível não esquecer que precisamos empregar todos os esforços possíveis para alavancar o nosso aprimoramento próprio em todos os sentidos....
20-08-2015 17:17

ACIMA

Emmanuel ...“Ninguém que,tendo posto a mão no arado, olha para trás, éapto para o Reinode Deus.” Jesus (Lucas, 9:62).   A  fim  de  que  nos  promovamos  à  condição  de  obreiros  mais  eficientes,  na  Seara...
03-08-2015 22:32

A REFORMA PEDE URGÊNCIA

  “Ora, há diversidade de dons, mas o Espírito é o mesmo”. - Paulo. I - CORINTIOS 12:4. ¹ Quando o Positivismo alcançava absurdos índices de negação, com Auguste Comte., e o Catolicismo pregava as extravagâncias da afirmativa, com Pio IX que proclamava a infalibilidade papal, os...
11-05-2011 12:20

Estudar, para divulgar com acerto!

  O verdadeiro alerta de Emmanuel, sobre a caridade com a doutrina Espírita!   Freqüentemente ouvimos de variados companheiros do movimento espírita, de diversas regiões do país, a frase que flui de forma automática de seus lábios, pela qual o conhecido espírito Emmanuel, teria afirmado...
01-05-2011 15:00

Este é o Momento

  Este é o melhor momento, para você começar a sua tão sonhada renovação.   Se a tristeza te quer dominar os sentimentos, reage e medita no benefício que a alegria pode te proporcionar ao corpo e ao Espírito Imortal que procede do Amor Divino que a tudo e a todos envolve.   Se a...
29-04-2011 09:05

Espiritismo, fonte de Luz

"Se Deus é por nós, quem será contra nós...".  Romanos, 8/31. É preciso se esteja atento para a correta compreensão das finalidades da doutrina espírita; como Consolador Prometido inicialmente consola; e consola esclarecendo. Em seguida, esclarece; e o faz consolando.   Por essa razão,...
24-04-2011 16:57

Porque somos contra o Aborto?

      Como cristãos que somos, não podemos de forma alguma compactuar com mais esse absurdo que está sendo cometido contra a sociedade da qual fazemos parte e devemos por isso mesmo ser...
24-04-2011 16:51

O Espírito de Verdade

  José Francisco Costa Rebouças Como espírita que somos, procuramos dedicar toda a atenção aos ensinamentos da nossa doutrina, com a intenção de externar nossa própria interpretação sobre os diversos temas abordados por ela, perfeitamente fundamentados nos conceitos contidos na codificação do...